Cidade

Inteligência artificial no saneamento aponta soluções para as cidades

07 de Agosto de 2019.

A tecnologia foi apresentada pelo gestor de operações da Águas de Camboriú, Gabriel Buim, no 8º Encontro Empresarial da Acibalc

A inteligência artificial detecta vazamentos no meio de uma cidade, mede a pressão d’água de um bairro e gerencia sistemas de ordens de serviço em tempo real a partir da localização de leituristas. Sofwtares de simulação hidráulica ajudam a tomar decisões gerenciais em períodos de escassez de água ou mesmo reduzir índices de perdas em uma determinada localidade.

 O conjunto de inovações tecnológicas aplicadas à gestão do saneamento básico foi foco da palestra “Tecnologias aplicadas à cidade – Inovação e Investimentos no Saneamento do Grupo AEGEA”, que o gestor de operações da Águas de Camboriú, Gabriel Buim, realizou no 8º Encontro Empresarial da Acibalc. Durante dois dias, o público do evento participou de palestras e interações sobre inovação e empreendedorismo, em Balneário Camboriú.

 Buim trouxe exemplos práticos de como a tecnologia tem contribuído para melhorar a gestão do abastecimento em cidades como Camboriú, Penha, Bombinhas e São Francisco do Sul – cidades onde a AEGEA atua em Santa Catarina. O engenheiro apontou métodos e técnicas que garantem mais eficiência às cidades quando o assunto é distribuição de água. “Todas estas ferramentas são fundamentais para apontamentos mais precisos e resultados mais eficientes ao consumidor. E é sempre bom lembrar que investimentos em saneamento propiciam desenvolvimento socioeconômico para as cidades, nas áreas de saude, educação e empreendedorismo”, explica Buim.

 Uma realização da Acibalc e Águas de Camboriú, a programação do 8º Encontro Empresarial trouxe talentos como o jornalista Luciano Potter e o sócio e diretor do site Vakinha Online, Flávio Steffens, que se tornou um case de sucesso no país, entre outros nomes de sucesso na área do empreendedorismo.